segunda-feira, 1 de outubro de 2012

NOVOS TEMPOS...


O Paiz

Rio de Contas é Rapa Cuia



A campanha eleitoral em Rio de Contas chega ao final com uma manifestação apoteótica de apoio à candidatura de Cristiano, 12, e em repúdio à atual administração e suas práticas coronelistas.
Cansados das perseguições políticas aos que não votaram no atual prefeito nas últimas eleições, a cidade em peso apoiou a mudança e demonstrou isto no último domingo, 30 de setembro, com a maior carreata da história deste pequeno município da Chapada Diamantina. e um magnífico comício que lotou a praça da cidade, como só se vê em época de carnaval.



Os apoiadores do atual prefeito, para denegrir a imagem dos apoiadores de Cristiano, 12, apelidaram-nos de Rapa Cuia, querendo dizer que eram pobres.
O pessoal de Cristiano aproveitou o apelido para se reafirmar como Rapa Cuia, com muita honra, e apelidou a equipe do atual prefeito de Rapa Cofre, referindo-se aos vários processos por licitações fraudulentas que o nosso triste prefeito sofre atualmente na justiça.
A cuia (pra quem não conhece, fruto de uma planta, também conhecida como cabaça), utilizada pelos índios e também, em alguns lugares do interior, como prato, virou o símbolo da campanha da mudança.



E assim, com muito humor, determinação e alegria, Rio de Contas deu seu grito de liberdade, para se livrar da opressão do que restou do Carlismo na Bahia e prepara-se para, no dia 07 de outubro, mandar para casa definitivamente esse restolho da ditadura militar que ainda infesta nossa política e comemorar uma nova era de progresso e bem estar.
Abaixo, minha foto com minha candidata a vereadora, Angela Guedes, amiga, irmã, e grande batalhadora pela libertação de Rio de Contas.



Dia 07 de outubro é Cristiano 12 para prefeito e Angela Guedes, 13130, para vereadora!

Fonte: Blog de Ricardo Stumpf.

POESIA DA SEMANA...



RECOMEÇAR
Não importa onde você parou…

em que momento da vida você cansou…
o que importa é que sempre é possível e
necessário “Recomeçar”.

Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo…

é renovar as esperanças na vida e o mais importante…
acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período?
foi aprendizado…
Chorou muito?
foi limpeza da alma…

Ficou com raiva das pessoas?

foi para perdoá-las um dia…

Sentiu-se só por diversas vezes?

é porque fechaste a porta até para os anjos…
Acreditou que tudo estava perdido?
era o início da tua melhora…
Pois é…agora é hora de reiniciar…de pensar na luz…
de encontrar prazer nas coisas simples de novo.
Que tal
Um corte de cabelo arrojado…diferente?
Um novo curso…ou aquele velho desejo de aprender a
pintar…desenhar…dominar o computador…
ou qualquer outra coisa…

Olha quanto desafio…quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te

esperando.

Tá se sentindo sozinho?

besteira…tem tanta gente que você afastou com o
seu “período de isolamento”…
tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu
para “chegar” perto de você.

Quando nos trancamos na tristeza…

nem nós mesmos nos suportamos…
ficamos horríveis…
o mal humor vai comendo nosso fígado…
até a boca fica amarga.
Recomeçar…hoje é um bom dia para começar novos
desafios.
Onde você quer chegar? ir alto…sonhe alto… queira o
melhor do melhor… queira coisas boas para a vida… pensando assim
trazemos prá nós aquilo que desejamos… se pensamos pequeno…
coisas pequenas teremos…
já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente
lutarmos pelo melhor…
o melhor vai se instalar na nossa vida.
E é hoje o dia da faxina mental…
joga fora tudo que te prende ao passado… ao mundinho
de coisas tristes…
fotos…peças de roupa, papel de bala…ingressos de
cinema, bilhetes de viagens… e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados… jogue tudo fora… mas principalmente… esvazie seu coração… fique pronto para a vida… para um novo amor… Lembre-se somos apaixonáveis… somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes… afinal de contas… Nós somos o “Amor”…
” Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do
tamanho da minha altura.”


Carlos Drummond de Andrade.

PAPO DE ARQUIBANCADA...



NEGÓCIOS DE MANO

Meus amigos, recebi com grande surpresa a convocação de Kaká para os amistosos da seleção brasileira contra Iraque e Japão. Sinceramente, não entendo o critério adotado pelo treinador Mano Menezes: Kaká deve ter uns dois anos que não é titular do time do Real Madrid e está em péssima fase !

O baixinho Romário tem razão quando afirma que o técnico da seleção tem convocações muito estranhas. Kaká é um jogador em decadência e sem mercado na Europa - por este motivo ainda não foi negociado pelo clube merengue, o atual técnico, Mourinho, já demonstrou que não pretende promovê-lo à equipe titular - e sua convocação, ao meu ver, é para valorizá-lo e ajudar ao Real Madrid, tentando diminuir seu prejuízo. Lembro também das constantes convocações de jogadores do Corinthians, seu ex clube, que mais parece um acordo entre eles, firmado quando Mano foi liberado do alvi-negro. 

Vamos ficar de olho !

IMAGEM DA SEMANA...


Caros leitores na imagem da semana, continuo minha viagem por Cabo Verde, na África, onde explorei as ilhas de Santiago, São Vicente e Santo Antão. A foto a seguir foi tirada por mim, do Platô, na Cidade de Praia, Capital de Cabo Verde.



MÚSICA DA SEMANA...




Boca Livre

É um grupo musical brasileiro de MPB, cujo primeiro disco foi lançado independentemente em 1979.
O grupo vocal e instrumental formado em 1978 por Maurício Maestro (contrabaixo e vocal), Zé Renato (violão e vocal), Cláudio Nucci (violão e vocal) e David Tygel (viola 10 cordas e vocal) participou.
Com seu estilo refinado, o Boca Livre se destaca por suas composições e também pelas versões de músicas de outros compositores. Seus arranjos instrumentais e, principalmente, vocais fogem da métrica convencional utilizada por outros grupos, através do uso de acordes vocais dissonantes e revezamentos nos solos.

Clique no link abaixo e ouça as músicas Trenzinho Caipira e Correnteza.

CURTAS...



ELEIÇÕES 2012

Caros leitores, tenho acompanhado, mesmo que de longe, as campanhas dos candidatos à prefeito de Salvador. O candidato Pelegrino, depois da participação de Lula em seu comício e do depoimento da Presidente Dilma, como se estivesse fazendo um apelo à nação, subiu nas pesquisas e me parece presença certa no segundo turno. ACM Neto tem contra ele o legado do déspota Antônio Carlos Magalhães (Carlismo), que a Bahia aos poucos está exterminando, e, a sua falta de experiência em administrar. Mário Kertész, sabiamente, está usando as deficiências de ambos ao seu favor, crescendo nas pesquisas. Não será surpresa nenhuma se o candidato do DEMO (digo: DEM) ficar de fora da disputa já no primeiro turno.

Espero que o prefeito eleito consiga resgatar o orgulho que tínhamos da cidade do Salvador, revitalizando o centro histórico, a orla, melhorando a segurança com uma polícia mais preparada, moralize o sistema de transporte e dê condições de saúde, educação e infraestrutura aos bairros.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

SAUDADES...




Caros leitores, neste final de semana perdemos "Tia Nanoca", a quem eu tinha (tenho) um carinho enorme - era minha tia avó preferida - não só pelo sorriso com o qual ela me recebia todas as vezes em que curtia minhas férias em Teofilândia, mas pelo aconchego dos seus braços quando me abraçava: me sentia protegido. Fiquei muito triste de não ter  me despedido da senhora, mas, sei que estás ao lado de Deus, que em sua infinita sabedoria, convoca os bons aos céus, sempre que deles necessita.

Dedico a edição desta semana a esta mulher maravilhosa que tive a honra de conhecer e beijar a face. Obrigado Tia Nanoca !


POESIA DA SEMANA...






 Não fui, na infância, como os outros
e nunca vi como outros viam.
Minhas paixões eu não podia
tirar de fonte igual à deles;
e era outra a origem da tristeza,
e era outro o canto, que acordava
o coração para a alegria.
Tudo o que amei, amei sozinho.
Assim, na minha infância, na alba
da tormentosa vida, ergueu-se,
no bem, no mal, de cada abismo,
a encadear-me, o meu mistério.
Veio dos rios, veio da fonte,
da rubra escarpa da montanha,
do sol, que todo me envolvia
em outonais clarões dourados;
e dos relâmpagos vermelhos
que o céu inteiro incendiavam;
e do trovão, da tempestade,
daquela nuvem que se alteava,
só, no amplo azul do céu puríssimo,
como um demônio, ante meus olhos.

  
Edgar Allan Poe

PAPO DE ARQUIBANCADA...



VAMO SUBIR, NEGÔÔÔ !!


Meus amigos, confesso que não acreditava que o Vitória faria a campanha que está fazendo nesta Série B do Brasileirão (vide publicação anterior). Estou surpreso com o desempenho do time - assisti várias partidas - e com o comprometimento dos atletas capitaneados por Carpegiani. Nunca fui fã do atual técnico rubro-negro, contudo, preciso reconhecer o seu trabalho. Vale ressaltar a participação do auxiliar técnico Ricardo Silva lá embaixo, ao lado do campo, orientando a equipe nos jogos.

É isso ai Leão, rumo ao título, o primeiro à nível nacional !




BAÊÊÊA MINHA PORRA !!!


Quem acompanhou o time do Bahia no primeiro turno do Brasileirão, Série A, e, suas constantes trocas de treinadores, jamais acreditaria que o BAÊÊÊA começaria o returno de forma tão avassaladora. O tricolor baiano é o líder do segundo turno (claro que o campeonato é de pontos corridos e o turno passado não pode ser desprezado !), como muita competência. O técnico Jorginho parece saber tirar leite de pedra, pois, os mesmos jogadores comandados por Falcão e Caio Júnior estão mostrando um futebol surpreendente. Espero que o Bahia mantenha esta performance para manter-se na primeira divisão e em 2013, na belíssima Arena Fonte Nova, tenhamos um BA x VI de arrepiar.    

MÚSICA DA SEMANA...




Dave Matthews Band 

É uma banda norte-americana formada em Charlottesville, Virgínia em 1991, pelo cantor, compositor e guitarrista Dave Matthews. A banda é constituida pelo baixista Stefan Lessard; pelo, já falecido, LeRoi Moore, que tocava uma variedade de instrumentos de sopro indo do saxofone à flauta; violinista Boyd Tinsley; baterista Carter Beauford; e tecladista Peter Griesar. Todos conheceram Dave em Charlottesville. Desde 1998 até maio de 2008 a banda contou com a presença do teclista Butch Taylor durante as performances ao vivo e em 2005 começou a cooperar com o trompetista Rashawn Ross, embora ambos não estejam entre os membros oficiais do grupo. De acordo com a RIAA, Dave Matthews Band vendeu cerca de 31 milhões de cópias só nos Estados Unidos, colocando-os entre os 100 artistas mais comercializados do mundo da musica.

Clique e curta a canção: So Much To Say.




IMAGEM DA SEMANA...



Caros leitores, a imagem da semana foi registrada por mim, numa viagem recente que fiz à Cabo Verde, na África. Esta foto foi tirada na Praia de São Pedro, na Ilha de São Vicente: um paraíso !

CURTAS...


 O Paiz

A praça é do povo


O comício do candidato do PDT, Cristiano, em Mato Grosso, distrito a 1.500 metros de altitude, no município de Rio de Contas, na Chapada Diamantina, mostrou que quando o povo quer, não há articulação ou manipulação eleitoreira que consiga impedir que ele tome as praças e expresse a sua vontade de mudança.
O atual prefeito, e sua equipe inerte, que passaram quatro anos perseguindo os cidadãos riocontenses sem trazer nenhum benefício à cidade, usaram de todos os métodos lícitos e ilícitos para impedir a aliança entre todas as forças vivas da cidade para tirá-los do poder.
Até a falsificação de atas da convenção do PT foi tentada, mas quanto mais eles querem obrigar o povo a votar no seu esquema falido e corrupto, mais o povo se revolta e apoia o 12, do candidato da oposição.
A situação me lembra uma fábula árabe: o sol e o vento, ao observarem um homem caminhando com um grosso casaco, apostaram sobre quem seria capaz de fazê-lo tirar seu abrigo.
O vento então soprou uma rajada traiçoeira, que quase levou o casaco do homem, mas este, se sentindo atingido pelo frio conseguiu segurar seu abrigo e apertá-lo em torno de seu corpo. E quanto mais o vento soprava, mais o homem apertava o casaco.
Depois foi a vez do sol e bastou este aparecer com força para que o homem retirasse seu abrigo.
Moral da história: não é com violência e força que se conseguem as coisas, mas com razões.
A praça da pequena e histórica Mato grosso, onde ocorreu a primeira descoberta de ouro na Bahia, no início do século XIX, se encheu de alegria e esperança no domingo, na maior concentração de sua longa história.
Foi uma festa bonita e uma linda prévia do que o povo está preparando para o dia 07 de outubro.

Fonte: coluna O Paiz do Blog de Ricardo Stumpf.

domingo, 12 de agosto de 2012

PAPO DE ARQUIBANCADA...



O BICHO TÁ PEGANDO, MANO VÉIO !!!!

 Caros leitores, fomos derrotados mais uma vez na final olímpica de futebol masculino, desta vez pela aguerrida seleção mexicana. Perdemos a tão esperada medalha de ouro, que ao meu ver é mais um capricho, por sermos o "país do futebol", do que pela representatividade deste título. Entretanto, mesmo correndo o risco de estar sendo mais um oportunista diante do resultado, não posso me furtar à expor meu ponto de vista. A seleção olímpica de Mano Menezes nunca apresentou padrão algum de jogo, ficando refém da individualidade de alguns jogadores, sobretudo, Neymar e Oscar, que em algumas partidas resolveram, em outras, muito marcados, passaram em branco. O nosso técnico começou armando um esquema de jogo com dois volantes (na primeira fase) sendo obrigado a modificar para três, face a fragilidade do jogador Marcelo, lateral esquerdo, na marcação - onde o Brasil era facilmente atacado pelos adversários - colocando o limitadíssimo Alex Sandro no lugar do inexplicável Hulk que jogou como meia armador, longe do gol, quando sempre foi atacante, artilheiro, no F.C. Porto, em Portugal, para proteger o setor esquerdo defensivo e liberar o jogador do Real Madrid para funcionar como ala.

Não consigo entender o Ramires, campeão da liga dos campeões, em ótima fase, fora da lista dos três jogadores acima da idade permitida. O jogador do Chelsea faria o que o Sandro e Rômulo, precisavam fazer, pois nem defenderam nem saíram para o ataque, recuando a bola irritantemente para os zagueiros, desarticulando jogadas e sobrecarregando-os. Os beques Thiago Silva e Juan, este último muito atrapalhado, foram sacrificados pela falta de proteção dos cabeças de área (de bagre) do Tottenham e Spartak, respectivamente . Oscar foi a grande surpresa, mostrando que tem condições de ser um dos meias armadores, caso Mano decida escalar alguém que divida com ele a responsabilidade de articular as jogadas para o esforçado Leandro Damião que ainda não é um jogador decisivo, e, o craque do time, Neymar. Não sei muito bem o que o meia atacante Lucas, ex São Paulo, agora PSG foi fazer em Londres, talvez acompanhar de perto a negociação do seu passe. Quando olhamos pro banco de reservas tem um Ganso e um Pato em péssima fase. O pior mesmo é que esta seleção é a base da que vai disputar a Copa das Confederações ano que vem e a Copa do Mundo de 2014, preparem o coração !



É LEI DE MURICY...

 O técnico Muricy Ramalho, do Santos, subiu nas tamancas contra a CBF - Confederação Brasileira de Futebol depois da convocação dos seus principais jogadores, Neymar e Ganso, para o amistoso contra a Suécia, no próximo dia 15 de agosto. Depois de ficar um mês sem os seus atletas, o técnico santista corre o risco de perdê-los pelo resto do campeonato brasileiro em caso de contusão, num jogo caça níqueis. Que falta de coerência do nosso comandante canarinho. Aliás, não entendo a conivência por parte da imprensa com o trabalho do Mano Menezes. Não temos um padrão de jogo, sequer vencemos alguma seleção de primeiro nível e agora perdemos a medalha de ouro. Abre o olho Zé Marin, senão vamos para a chafurda, encontrar Ricardo Teixeira !


MUSICA DA SEMANA...

 
Jessé Florentino Santos, Jessé foi criado em Brasilia. Mudou-se para Sao Paulo já adulto, e atuou como crooner em boates. Depois, integrou os grupos Corrente de Força e Placa Luminosa, animando bailes por todo o Brasil. Ainda nos anos 70, também chegou a gravar em inglês com o pseudônimo de Tony Stevens. Foi revelado ao grande público em 1980, no Festival MPB Shell da Rede Globo com a música "Porto Solidão" (Zeca Bahia/ Ginko), seu maior sucesso, ganhando prêmio de melhor intérprete. Em 1983, ganhou o XII Festival da Canção Organização (ou Televisão Ibero-Americana) (OTI) realizado em Washington, com os prêmios de melhor intérprete, melhor canção e melhor arranjo para "Estrelas de Papel" (Jessé/Elifas Andreato). De voz muito potente, no decorrer de sua carreira Jessé gravou 12 discos (como os álbuns duplos "O Sorriso ao Pé da Escada" e "Sobre Todas as Coisas") mas nunca conseguiu os louros da crítica especializada. Morreu aos 40 anos, em 29 de marco de 1993 de traumatismo craniano sofrido num acidente de carro quando se dirigia para a cidade de Terra Rica, no Parana, para fazer um espetáculo.
Clique e confira:




AVE, MARINA...


Marina Silva

A brasileira Marina Silva foi uma das escolhidas para carregar a bandeira olímpica na cerimônia de abertura do evento em Londres, em reconhecimento por sua luta constante em defesa das florestas tropicais. Marina foi a única brasileira que teve essa honra. Ela que concorreu à presidência da República, em 2010, ficando em terceiro lugar, sempre se preocupou com as questões ambientais.



IMAGEM DA SEMANA...


 





CURTAS...


Caetano Veloso
 
Meus amigos, como grande fã que sou do cantor e compositor Caetano Veloso – o que me deixa muito a vontade para falar– nunca imaginei que, ao completar 70 anos, o artista santamarense fosse contratado para animar coquetéis. Aconteceu no ultimo dia 12, na inauguração do Shopping Bela Vista, em Salvador. Logo no começo, o show foi interrompido por Caetano, quando agradeceu a atenção de alguns e repreendeu as conversas paralelas de outros, certamente, mais interessantes e pertinentes ao evento. Aplausos e contínuos bate-papos entre os presentes, marcaram o show paga contas, que prosseguiu com a arrogância leonina. É fato que o anjo rebelde já não goza do prestígio de outrora, mas, animador de festas, é um pouco demais... abre o olho Caê !

quinta-feira, 12 de julho de 2012

MÚSICA DA SEMANA...

Zé Ramalho nasceu em 3 de outubro de 1949 em Brejo do Cruz/PB, filho de Estelita Torres Ramalho, uma professora do ensino fundamental, e Antônio de Pádua Pordeus Ramalho, um seresteiro. Quando tinha dois anos de idade, seu pai se afogou numa represa do sertão, e passou a ser criado por seu avô. A relação entre os dois seria mais tarde homenageada na canção "Avôhai". Após passar a maior parte da sua infância em Campina Grande, sua família se mudou para João Pessoa. Esperava-se que ele se formasse em Medicina.

 Geraldo Azevedo de Amorim (Petrolina,Pernambuco,11 de janeirode 1945) é um compositor,cantore violonistapernambucano.Autodidata, aos 12 anos de idade já tocava violão. Iniciou sua trajetória musical quando, aos 18 anos, mudou-se para Recife a fim de estudar, onde conheceu Teca Calazans, cantora, Naná Vasconcelos, percussionista, Marcelo Melo e Toinho Alves que faziam parte do grupo folclórico Construção ao qual juntou-se.

Zé Ramalho e Geraldo Azevedo
Clique aqui para assistir ao clip:

É CAMPEÃO...




 
Meus amigos, quem acompanhou o Palmeiras no começo do ano, e, ouviu as entrevistas do técnico Felipão, jamais imaginaria que o time de "Juquinhas" como o próprio comandante denominou, seria o campeão da Copa do Brasil. O título alviverde me deixou uma enorme dúvida:

- Treinador, neste caso Felipão, é o principal responsável pela conquista de títulos ?

Parabéns aos "Juquinhas" pelo título de Campeão da Copa do Brasil e pela vaga na Copa Libertadores 2013, ou seria Copa Toyota, vixe, chega de questionamentos por hoje !!!!

POESIA DA SEMANA...






FAMÍLIA ARAÚJO IN CONCERT

Caros leitores, cada dia que passa me certifico de que ter família e verdadeiros amigos é tudo que temos e levamos da vida. Não tenho e nem sei como agradecer a Deus por ter me presenteado com esta família maravilhosa - na qual insiro meus amigos verdadeiros - não citando nomes para evitar a injustiça do esquecimento. Obrigado por fazerem parte de minha vida e demonstrarem isso de forma tão transcendente. Assim, ofereço a poesia da semana a todos vocês:



Seiscentos e Sessenta e Seis

 A vida é uns deveres que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são 6 horas: há tempo…
Quando se vê, já é sexta-feira…
Quando se vê, passaram 60 anos!
Agora, é tarde demais para ser reprovado…
E se me dessem – um dia – uma outra oportunidade,
eu nem olhava o relógio
seguia sempre em frente…
E iria jogando pelo caminho a casca
dourada e inútil das horas.


Mário Quintana

UMA IMAGEM...


Caros leitores, em viagem pela Chapada Diamantina, em Igatu, Distrito de Andaraí, vi este senhor na janela, e, tirei esta foto belíssima, a qual dei o nome de "O Senhor da Janela".


CURTAS...




Meus amigos, ainda desbravando a Chapada Diamantina, no Município de Mucugê, conheci o Cemitério Bizantino. Mesmo não sendo muito chegado à Cemitérios, fiquei muito impressionado com o lugar, várias miniaturas de Igrejas e Capelas pontiagudas, no estilo gótico, todas branquinhas, contrastando com a paisagem montanhosa. Li que a noite essa miniaturas brilham em tom azulado: um dia arrumo coragem e vou lá conferir.



CEMITÉRIO BIZANTINO

quarta-feira, 13 de junho de 2012

AVE, CUMPADE...



Meus amigos, a exposição do meu "cumpade", Raimundo Carvalho, em Salamanca, Espanha, está sendo um sucesso. Este grande artista de Teofilândia, na Bahia, recebeu a imprensa local, concedeu entrevistas e apresentou para o público europeu a sua arte, inspirada no sertão, do qual ele tanto se orgulha. Com sua originalidade, Raimundo, segue encantando o mundo. Axé meu rei, SUCESSO !



MÚSICA DA SEMANA...


Pixinguinha
Alfredo da Rocha Vianna Filho, nasceu no Rio de Janeiro, em 23 de abril de 1897. O apelido de Pixinguinha veio da junção de dois outros apelidos: Pizindim (pequeno bom) e bixiguinha (por ter tido a doença) .

Era o décimo-quarto filho de uma família musical. Seu pai era músico e vários de seus irmãos também. Ainda novo começou a acompanhar seu pai, flautista, em bailes e festas, tocando cavaquinho. Aos 12 anos fez a sua primeira obra, o choro “ Lata de Leite” que foi inspirado nos chorões, músicos boêmios que depois de noitadas regadas a bebidas e música, tinham o hábito de tomar o leite alheio que ficava nas portas das casas... Aos treze, passou a estudar o bombadino e a flauta. Aos 17 grava as suas primeiras composições: “ Rosa” e “ Sofre Porque Quer”. Em 1922, vai para o exterior com o grupo “ Os Oito Batutas” e estende para seis mesues sua turnê, marcada para durar somente um mês. Conhece a fama internacional.

Até este ponto, pode-se pensar que é um caminho natural de um músico aplicado. Mas Pinxinguinha não foi somente um músico capaz. É reconhecido até hoje como um exímio flautista, talvez o maior que o país já teve, foi maestro, arranjador e intérprete. O primeiro maestro-arranjador a ser contratado em uma época que a maioria dos músicos era amadora. Misturou a sua formação erudita basicamente européia com os ritmos negros brasileiros e a música negra norte-americana. Deu uma guinada no som do Brasil!! Trouxe um tempero, um sotaque nacional, marcou com classe e com estilo a nossa música.

Sua história se mistura com a própria história do rádio e da música nacional. É o grande mestre entre todos os outros grandes mestres que o Brasil já teve. Não é possível pensar em música nacional sem se curvar diante deste músico maravilhoso que morreu em 1973. O consolo que resta é saber que existem várias composições ainda inéditas, ainda pedindo para serem mostradas. Que seja feita esta vontade...que se mostre Pixinguinha...porque Pixinguinha é atemporal...

ROSA
(Clique no link para ouvir)